NEUROLOGIA / NEUROCIRURGIA

Eletroencefalograma

Eletroencefalograma é um exame que avalia a atividade elétrica do cérebro. Trata-se de um procedimento rápido, simples e indolor, no qual os impulsos elétricos do cérebro são amplificados e registrados em um pedaço de papel.

Indicado para os mais variados transtornos neurológicos, este exame é essencial para o diagnóstico de epilepsias, demências (como Doença de Alzheimer), encefalopatias diversas (de causa hepática, renal, por efeito de medicamentos, entre outras), infecções do sistema nervoso central (encefalite herpética, panencefalite esclerosante subaguda), alguns casos psiquiátricos e outros transtornos neurológicos.

Nossos neurônios funcionam e se comunicam a base se impulsos elétricos naturalmente gerados. O eletroencefalograma registra esses impulsos elétricos e mostra se o ritmo e intensidade destes estão dentro do normal. Certas condições, como , podem causar mudanças na atividade cerebral e serem diagnosticadas durante um eletroencefalograma.

Vídeo-eletroencefalograma

O exame de vídeo-eletroencefalograma é realizado da mesma forma que o eletroencefalograma tradicional, com o acréscimo de um registro simultâneo em vídeo. Os resultados da atividade cerebral e as imagens são analisados por um médico especialista em área de eletrofisiologia.

O exame auxilia o médico a definir se as manifestações apresentadas pelo paciente são de natureza epiléptica ou não.

O tempo de registro prolongado é extremamente útil para documentar características clínicas das crises convulsivas/epilépticas, localizar o início e a propagação das descargas e classificar corretamente diferentes tipos de crises epilépticas, possibilitando o diagnóstico e a programação terapêutica clínica ou cirúrgica, assim como o seu prognóstico.

vídeo-eletroencefalograma é um procedimento não invasivo, não doloroso. O paciente é mantido em constante monitorização, com registro contínuo da atividade elétrica cerebral e supervisão médica, o que possibilita elucidar um evento paroxístico assistido e relatado por familiares ou pelo paciente determinando sua natureza, epiléptica ou não.

O tempo de realização do exame depende da indicação do médico, sendo, em média, de 24 horas. O registro eletroencefalográfico com menor tempo de avaliação também pode ser utilizado (até 12 horas), tendo como objetivo primordial minimizar o desconforto da monitorização prolongada.

Exames de Imagem

Ultrassonografia

É um exame de diagnóstico por imagem que aproveita o eco produzido por ondas sonoras de alta frequência, para captar e VISUALIZAR estruturas e órgãos do corpo humano, fornecendo imagens EM TEMPO REAL durante o procedimento.

Auxilia na pesquisa de doenças congênitas ou adquiridas ao longo da vida e permite o acompanhamento da evolução de diversas enfermidades, assim como dos resultados de intervenções cirúrgicas.

Ressonância Magnética

A ressonância magnética é UMA técnica sofisticada, capaz de produzir imagens do interior do corpo humano em alta definição, SEM RADIAÇÃO USANDO ONDAS ELETROMAGNÉTICAS, que permite ao médico realizar diagnósticos.

O exame de Ressonância Magnética tem duração entre 15 e 45 minutos, dependendo da região a ser estudada, da utilização ou não do contraste. O paciente deverá vestir roupa adequada, e deverá permanecer deitado e imóvel no centro do tubo, pois movimentos impossibilitam a captação de imagens precisas. São disponibilizados protetores para os ouvidos para minimizar os ruídos produzidos pelo equipamento, além de fones de ouvidos com música.

Não se devem utilizar relógios, brincos, colares, correntes, assim como qualquer objeto de metal do seu cabelo ou roupa.

Tomografia Computadorizada

Tomografia computadorizada é um exame não invasivo que combina radiação ionizante com computadores programados para produzir imagens dos órgãos internos.

As imagens mostram secções transversais da área estudada, como se o corpo fosse cortado em fatias para expor todos os órgãos da região. O paciente é colocado em um equipamento que desliza dentro de um anel que contém a ampola de raios-x e os detectores em lados opostos. O tubo gira em torno do paciente em cada aquisição de imagem.

Este movimento é contínuo e simultâneo com o movimento da mesa, enquanto os raios-x são emitidos e detectados. O paciente deve permanecer imóvel enquanto a mesa desliza. Uma vez iniciado, o exame sem contraste dura cerca de 30 segundos. Exames de pacientes agitados, desorientados ou em crianças podem requerer sedação.

Home_logo_site_icerebro3.png
Asset 1.png